Brócolis ao forno

brocolis

3 pires equivalem a 45 kcal \o/

É bem raro encontrar alguém que não goste de brócolis. Normalmente as pessoas são simpáticas ao legume. Na minha casa sempre gostamos. Não era exatamente uma comida light, porque depois de cozidos, eram regados com manteiga derretida.

E não existia opção. O brócolis era aquele comprido, molenga e só. Que é conhecido como brócolis de maço.

Eu sempre gostei. Seja em versões gordas ou magras. O sabor me agrada bastante. Acabava preferindo o de maço para acompanhamento e o japonês para preparações como por exemplo o yaksoba e as sopas e caldos.

Um certo dia, pesquisando receitas para minha dieta acabei encontrando algumas referências ao dito cujo japonês, e alguns comentários muito entusiasmados sobre o seu preparo grelhado, ou ao forno.

Resolvi experimentar.

De fato, não resta nenhum motivo para se preparar o brócolis de qualquer outra forma. Chamaria essa receita até de “the ultimate brócolis”.

Ingredientes:

2 cabeças de brócolis japonês bem verdinho (vai fácil)

3 dentes de alho

Sal (pode ser o fino ou o grosso)

Azeite de oliva

Shoyu

Preparo:

Pré aqueça o forno em 250 graus

Corte o brócolis em pedaços e se alguma arvorezinha ficar muito grande, corte ao meio.

Disponha os pedaços espalhados em uma assadeira, tente deixá-los todos em contato com o fundo

Salpique um pouco de sal, pode ser bem pouco mesmo (o shoyu termina de salgar no final). Regue com um fio de azeite. Apenas para sujar um pouco o fundo e dar o aroma, também não precisa muito.

Descasque os dentes de alho, pique em pedaços graúdos e espalhe na assadeira, nesse caso o alho é mais para temperar, dar o aroma, mas fica bem gostosinho.

Leve ao forno por 20 minutos. Tire e veja se estão assados uniformemente, caso não estejam, dê uma mexida e volte ao forno por mais 10 minutos.

Ao servir, regue com um tico de shoyu. Se quiser caprichar na aparência, umas lascas de parmesão vão fazer bem bonito.

Só isso. Tá feito

Ontem de noite eu e o André comemos uma cabeça de brócolis cada um, preparados desta forma. Foi nossa janta. Serve de aperitivo e de acompanhamento.

Dica: escolha sempre o brócolis verde bem escuro. É o mais fresco e saboroso independente da espécie.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s